Pesquisa personalizada

As Perguntas De Filho e Filha

Posted: quarta-feira, 2 de setembro de 2009
Uma família feliz está à mesa de jantar quando o filho fala se poderia fazer uma pergunta.
O pai responde:
- Claro, filho, vá perguntando!
E o filho: Papai, quantos tipos de seios existem?
O pai, um tanto surpreso, responde:
-Bem, meu filho, existem três tipos de seios.
Aos 20 anos a mulher tem seios como melões, firmes e redondos.
Dos 30 aos 40 eles são como pêras, ainda belos, porém um pouco caídos...
Aos 50 os seios ficam como cebolas... E o filho: Cebolas?! E o pai: Sim. Quando você olha para eles, fica com vontade de chorar!
Esta explicação leva a mãe e a filha a um ponto nevrálgico tal que a filha pergunta:
-Posso também fazer uma pergunta um tanto pessoal?
-Mãe, quantos tipos de pênis existem?
A mãe fica um pouco surpresa, mas olha para o marido e responde:
-Bem, filhinha, um homem passa por três fases distintas.
Aos 20 anos o pênis é como um pé de Jacarandá, respeitável e firme.
Dos 30 aos 40 anos o pênis é como um pé de Chorão, flexível mas confiável.
Após os 50 anos o pênis fica como uma árvore de Natal.
E a filha: Árvore de Natal????
E a mãe: Isso mesmo!! Morto da raiz até a ponta, e as bolas ficam penduradas como decoração!! E o pior: só se arma uma vez por ano!!!

0 comentários:

________________________________

So far or so it seems
All is lost with nothing fulfilled
Off the pages and the T.V. screen
Another world where nothing's true
Tripping through the life fantastic
Lose a step and never get up
Left alone with a cold blank stare
I feel like giving up
I was blinded by a paradise
Utopia high in the sky
A dream that only drowned me
Deep in sorrow, wondering why

Oh come let us adore him
Abuse and then ignore him
No matter what, don't let him be
Let's feed upon his misery
Then string him up for all the world to see

I'm sick of all you hypocrites
Holding me at bay
And I don't need your sympathy
To get me through the day
Seasons change and so can I
Hold on Boy, no time to cry
Untie these strings, I'm climbing down
I won't let them push me away

Oh come let us adore him
Abuse and then ignore him
No matter what, don't let him be
Let's feed upon his misery
Now it's time for them to deal with me



Pesquisa personalizada