Pesquisa personalizada

O Troco!!

Posted: sábado, 27 de fevereiro de 2010
Um milionário, de passagem por São Paulo, entra no luxuosíssimo restaurante
e senta no piano bar.

Chama o Chef, pede uma dose de uísque Royal Salute e reserva uma mesa para
jantar.

Após a quarta dose indica ao Chef que irá para a mesa, sendo atendido
prontamente.

Sentado, consultando o Menu sem preços, se surpreende quando o Chef, em pé
ao seu lado diz:

- Doutor, é política da casa informar aos clientes o valor das contas
separadas da mesa, no seu caso a do piano bar: sua despesa foi de R$ 0,60.

- Acho que houve um engano. Eu tomei quatro doses de Royal Salute.

- Com todo o respeito, nós nunca nos enganamos: quatro doses a 0,15 centavos
cada dá exatamente 0,60 centavos.

- Tudo bem, não quero discutir, vamos à comida, anote, por favor:

- Como?

- De entrada eu quero caviar da Ucrânia com lentilhas finlandesas; depois
Salmão da Escandinávia com recheio de gengibre sul-africano e batatas
inglesas douradas em queijo de cabras francesas. Ah! E para beber, um
Rotchilld safra 1891.

- Ótima escolha Doutor, mas cabe a mim como chef, alertá-lo que isso ficará
um pouco caro.

- Olha amigo primeiro eu não perguntei o preço e, segundo, estou achando que
isso aqui é uma casa de malucos, mas já que você quer, fale.

- Pois não Doutor, o seu pedido vai ficar em R$ 18,00.

- Você está querendo me sacanear? Cadê o dono dessa merda?

- Está lá em cima com a minha mulher.

- E o que é que ele está fazendo lá em cima com a sua mulher?

- O mesmo que eu estou fazendo aqui embaixo com o restaurante dele...

0 comentários:

________________________________

So far or so it seems
All is lost with nothing fulfilled
Off the pages and the T.V. screen
Another world where nothing's true
Tripping through the life fantastic
Lose a step and never get up
Left alone with a cold blank stare
I feel like giving up
I was blinded by a paradise
Utopia high in the sky
A dream that only drowned me
Deep in sorrow, wondering why

Oh come let us adore him
Abuse and then ignore him
No matter what, don't let him be
Let's feed upon his misery
Then string him up for all the world to see

I'm sick of all you hypocrites
Holding me at bay
And I don't need your sympathy
To get me through the day
Seasons change and so can I
Hold on Boy, no time to cry
Untie these strings, I'm climbing down
I won't let them push me away

Oh come let us adore him
Abuse and then ignore him
No matter what, don't let him be
Let's feed upon his misery
Now it's time for them to deal with me



Pesquisa personalizada